Grupo HVSM - Hospital Veterinário de Santa Marinha

Cistite idiopática felina

Cistite Idiopática Felina

O que é a Cistite Idiopática Felina?

Já ouviu falar em doença do trato urinário inferior, em gatos? É sinónimo de uma panóplia de condições que afetam a bexiga e uretra, sendo a cistite idiopática felina a sua forma de manifestação mais comum. Desmistificando este termo complicado, significa inflamação da bexiga de origem desconhecida e representa cerca de 75% da doença do trato urinário inferior.

Existem muitos fatores predisponentes para a doença do trato urinário inferior:

  • Desordens anatómicas;
  • Comportamentais;
  • Cálculos;
  • Infeção do trato urinário;
  • Tumor;
  • Desordens Neurológicas e Trauma.

Geralmente, quando estamos perante um quadro de cistite de origem desconhecida, designamo-la de idiopática. Em primeiro lugar deve saber que pode existir diminuição da frequência e volume de urina, especialmente em gatos castrados, sem acesso ao exterior, pouco ativos ou doentes, que bebem pouca água, que possuem a areia da liteira suja ou superpovoada.

O Stress?!

Agora vem algo que pode surpreender os mais distraídos, o stress! Sabia que os gatos podem desenvolver episódios de cistite idiopática felina por visita de pessoas estranhas em casa, adição de um novo elemento familiar ou de um novo animal em casa, competição por comida ou espaço, que têm donos que viajam muito, liteiras que mudaram de sítio e ficaram em zonas mais barulhentas ou areia suja? Sim, os gatos são uma espécie bastante peculiar. Logo, se notar que o seu gato vai muitas vezes à caixa de areia, urina pouco de cada vez, tem dor e pode até ter vestígios de sangue, não hesite em ir com o seu animal ao Médico Veterinário, de forma a evitar complicações como obstruções uretrais ou outras condições que podem culminar numa insuficiência renal aguda fatal.

Tratamento

O tratamento depende dos sinais clínicos aquando da apresentação, sendo os principais objetivos reduzir o stress e a correta manutenção da analgesia. Contudo, acredita-se que a modificação ambiental é fulcral, sendo recomendável o número de caixas de areia igual ao número de gatos mais uma adicional e o aumento de espaços de uso exclusivo do seu animal de estimação mais do que recomendado.

Em caso de dúvidas, não hesite em nos contactar!

Autor: Drª. Cátia Fernandes

Drª Cátia Fernandes

Share this post



Right Menu Icon